11/02/2013 Comentário (0) corrida, corrida de montanha

Treinando trail running dentro da cidade

Radicore

Sim, nós amamos as montanhas, mas moramos na cidade. E com a vida corrida que levamos, sobra pouco tempo para treinar,  se o treino for em trilha as chances são ainda menores. A questão é que para se ter um bom desempenho na montanha não adianta correr apenas no asfalto plano, pois tudo é diferente: a técnica, a estratégia de gasto de energia e até mesmo o quanto os músculos são exigidos. Para subir morros, por exemplo, é necessário fortalecer a panturrilha, habituar-se à mudança brusca de inclinação, sem alterar demais o batimento cardíaco e o ritmo e, principalmente, se acostumar ao terreno para adquirir um melhor desempenho, gastando o mínimo possível de energia.
 Pensando nesse estilo de vida, full time, eu criei algumas soluções bem práticas para o meu treino, e o melhor é que eu consigo fazê-lo perto da minha casa mesmo.

São 3 tipos de treinos que você pode fazer dentro da cidade. E eles vão te ajudar também na montanha.

1- Trail running
Identifique se perto da sua casa há um parque, uma praça ou algum lugar que tenha uma trilha segura. Por sorte eu moro na Serra, ao lado do Parque das Mangabeiras e, um dia, olhando com cuidado, observei que lá têm várias trilhas curtas que ligam uma estradinha à outra. Sozinhas elas não serviriam para o meu treino, mas juntas formam circuitos de 6 a 10km. Só single track. Muito bom! Além disso têm muitas cachoeiras, e não é difícil ver algum animal te observando correr.

Outra possibilidade é a famosa volta da Serra do Curral. Pra quem ainda não sabe, a Serra agora é um Parque, e não sei se estou certo mas ouvi dizer que desde sua abertura no final de 2012 o Parque está cobrando a entrada do visitante. Mas isso é só um detalhe, o importante é não perder o ritmo do seu treino. E vale lembrar que esse é um percurso bem pesado e técnico. Vejam imagem abaixo.

2- Simulado urbano
Nesse caso você vai entrar em bairros com bastante altimetria e vai criar circuitos internos. Normalmente eu busco altimetria e quilometragem bem parecidas com as das provas que vou fazer. O meu percurso preferido é Mangabeiras / Belvedere, passando pela trilha da favelinha. A cidade é cheia de atalhos, basta reparar; são trilhas curtas mas geralmente bem técnicas. Você pode buscar escadarias em parques, por exemplo. De preferência corra sempre no passeio, isso te possibilita simular melhor. E  quando estiver na trilha você não pode tirar o olho do chão


3- Up-hill

Pedida ideal para os dias em que o tempo é  muito curto. Esse treino é um dos melhores para te dar preparo. Detecte as maiores subidas nas proximidades de sua casa. Eu faço a subida que vai da Santa Casa ao mirante do Mangabeiras, ao todo são 3,4 km de desnível. Você pode também  fazer um intervalado em subida curta e ou escada, apesar de ser um treino diferente é uma boa opção para fortalecer pernas e pulmão. Esse treino eu faço na escadaria da pracinha do Anchieta. Subo e desço 5 vezes sem parar, num total de 30 minutos. É punk, mas é bom!

Antes de começar qualquer um desses treinos não se esqueça do aquecimento. No dia seguinte, não abuse; faça algo bem leve e em superfície plana. Você vai sentir o resultado desses treinos quando for para a trilha, vai achar que está voando! É isso, espero que gostem das dicas.

Daniel Alvim
Atleta Radicore e colaborador