13/02/2013 Comentário (0) água, mtb, roubada

A união faz a balsa

76138_167779049912036_7269337_n

Você e dois amigos saem cedo para um pedal longo, desses que se leva a lanterna mas torce para não usá-la. A garoa vai junto, companheira fiel. O roteiro é a região da Lapinha da Serra.

Surge o primeiro rio. Ele está mais cheio do que da última vez, mas vocês atravessam sem maiores dificuldades. O segundo rio; cheio também. O single, molhado, faz a relação da sua bike mastigar areia úmida e indigesta. Em meio à neblina é possível ver a beleza da paisagem: o Pico do Breu.

O terceiro rio é impossível de atravessar; está cheio demais. Ainda assim vocês decidem prosseguir pois metade do caminho já foi feita. Por sorte, cada um dos três têm uma câmara de ar sobressalente; problema resolvido! Com as bóias cheias, amarradas por manguitos, a balsa está pronta! As bikes atravessam secas, vocês, nadando. É isso!

Zé Álvaro
Atleta Radicore e colaborador