26/02/2013 Comentário (0) ultramaratona

A corrida do poeta

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Paulo Penna é consultor de empresas mas tem alma de poeta. É impressionante a naturalidade com que ele promove palavras em textos que presenteiam, confrontam e desafiam leitores. Mas o Paulo também é leitor, e um dia, foi ele que se viu desafiado e rendido pelas palavras de Christopher McDougall, em seu best-seller “Nascido para correr”. A partir dessa leitura, o poeta descobriu que se tornaria um devoto das longas distâncias. E desde então começou a se organizar para isso.
Em junho desse ano, ele vai fazer a Ultramaratona dos Anjos, onde terá que percorrer 235 quilômetros de estradas de terra, nas montanhas de Minas Gerais. Para enfrentar tamanho desafio, o consultor conta com o profissionalismo de seu treinador, Adauto Paiva, referência em ultra distância no Brasil. O Adauto, que vem acumulando pódios em diversas provas do gênero, é também sócio diretor da Ultra Esportes Assessoria Esportiva.

Durante a semana, o Paulo acorda antes das cinco da manhã, faz um treino de 12 a 20 quilômetros, volta para casa, leva os filhos para a escola, vai para o trabalho, volta do trabalho e faz exercícios para o fortalecimento geral. É muito fôlego! E como se não bastasse, no fim de semana ele aperta o cerco, fazendo treinos mais longos, com variações entre 50 e 80 quilômetros. E foi num desses treinos que a Equipe Radicore, representada por Dani e Gamba, acompanhou o concorrente  ao pódio da Ultra dos Anjos. O percurso escolhido foi um trecho da Estrada Real, saindo de Honório Bicalho e chegando a São Bartolomeu. Foram 70 quilômetros num sábado de termômetros altos, mas nas companhias agradáveis de Roberto Oliveira, da VEM Assessoria Esportiva, do ultramaratonista T-Ping Cheng, da também ultramaratonista e anjo da guarda, Cheng Hsi Ping e, claro, do Adauto Paiva.